LA BOMBONERA

laboca_03

 

Existem diversos tipos de estádios. Estádios modernos, gigantescos, com acessos de última geração, com acentos reclináveis, mas o La Bombonera tem um charme especial. É uma arquitetura única e sua vibração é surpreendente. O Templo Boquense é um monumento de Buenos Aires. Um ponto turístico com passagem obrigatória por todos aqueles que visitam a cidade.

Segundo o diário britânico The Observer. Boca e River é o primeiros dos 50 melhores eventos esportivos do mundo que você não pode deixar de ver.

O NOME

Há duas versões para a origem do nome. Uma relata que o arquiteto Yugoslavo Victorio Sulsic havia recebido um caixa de bombons muito parecida com o de desenho do estádio que ele estava projetando, e a partir desse momento ele nomeou o estádio como La Bombonera, em português “A Caixa de Bombons”.

A outra versão diz que o Engenheiro José Luis Delpini, ao construir um estádio grande em um terreno pequeno, precisou cortar parte do estádio no projeto pra que ele coubesse no terreno e não invadisse a área vizinha. O resultado foi um estádio parecido com as carretas, utilizadas na época, para varrer as ruas. Elas tinham um formato cilíndrico sobre duas rodas e eram chamadas carrinhos de doce.

O BAIRRO

La Boca del Riachuelo (depois conhecido como La Boca) foi o lugar onde Pedro Mendoza fundou a primeira Cidade de Buenos Aires em 1536.

La Boca é um porto que contribui com a atividade econômica e lá estão vários estaleiros navais, muitas fábricas e armazéns. Seu cenário também apresenta muitos cortiços.

laboca_01 laboca_02

Atraídos pela oferta de empregos, os europeus imigraram em massa para a região sobre tudo os Genoveses, que impuseram seu dialeto xeneize na região. Lá imigrantes italianos criaram os dois clubes mais populares do país: o Boca Juniors e também o River Plate foi criado no bairro, posteriormente mudando-se para a área mais nobre de Belgrano. A rivalidade originou-se justamente da proximidade entre os dois clubes, só depois se acentuando em razão de o River passar a representar a elite portenha, enquanto o Boca popularizou-se como o clube dos operários.

A herança genovesa encontra-se nas duas equipes: os torcedores do Boca são conhecidos como “xeneizes”, expressão derivada de “zeneize”, que quer dizer “genovês” no dialeto da Ligúria; e o branco e vermelho do River são as cores da bandeira de Gênova.

laboca_03 laboca_04 laboca_05

O bairro tem uma fisionomia muito particular que remete as suas origens. Os moradores do bairro ergueram as primeiras casinha com chapa de cobre pintadas com as tintas de sobravam das pinturas dos navios. Muitas delas tinham um barco na entrada, que eram usados frequentemente quando a água forcava os moradores a abandonarem suas casas.

O bairro é uma visita obrigatória em qualquer passeio turistico sendo um cartão postal da região.

BOCA 2 - SAN LORENZO 0

Foi a primeira partida disputada no La Bombonera, um sábado, dia 25 de maio de 1940. O estádio recebeu dois nomes oficiais Dr. Camilo Cichero (1986/2000) e Alberto J. Armando (desde 27/12/2000 até hoje).

As primeiras modificações foram; a construção do terceiro bloco em 1951/1952, a inauguração da iluminação em 1953 e remodelação dos camarotes em 1996.

A TORCIDA

hincha

Se existe uma torcida no mundo admirada pela sua entrega, que incentiva com os cantos mais exóticos do planeta e que pode mudar o rumo de uma jogo através da pressão sobre o adversário, essa torcida é a do Boca.
Admirada na Argentina e em todos os países pela sua força e intensidade, essa torcida tem um nome que justifica todas essas características, é chamada “El Jugador Nº 12”.