História

História

Os primeiros registros do futebol na Argentinas são do século XIX. O esporte teria sido trazido por imigrantes Ingleses. Era praticado principalmente por marinheiros nos campos as margens do Rio da Prata. Teria sido ai a origem dessa grande paixão que viria a conquistas o coração de milhares de argentinos.

No começo dos anos 90 a pratica do futebol se popularizou rapidamente e fez com que alguns grupos de amigos se reunissem organizando regras e campeonatos. Os amigos Esteban Baglietto, Alfredo Scarpatti, Santiago Pedro Sana e os irmãos Juan Antonio e Teodoro Farenga, além da admiração pelo futebol, tinham em comum o orgulho pelo bairro Xeneize (Genovês) conhecido como A Boca do Riachuelo, habitado por eles e grande parte de imigrantes italianos de Génova. Por esses interesses os amigos formaram um grupo para discussão e prática do futebol.

Um belo dia, eles resolveram se reunir na casa de Baglietto para resolver uma importante questão. Uma visita inesperada fez com que o local de encontro fosse mudado e assim a reunião foi feita em um local próximo. Foi, então que em um banco do parque Plaza Solís, no dia 3 de Abril de 1905, os cinco amigos, com a companhia de um outro homem mais jovem, firmaram a ata de fundação de um novo clube de futebol.

Após a assinatura da ata de fundação restava um detalhe importante a considerar; o nome desse novo clube. Assim iniciou-se um debate entre os amigos. Na época era comum se usar o nome da região de origem. Então, Boca foi facilmente aceito. A palavra “Juniors” que completa o nome tem referência a idade e juventude dos integrantes daquele grupo e foi proposta por Santiago Pedro Sana, estudante de inglês. Naquele tempo, a complementação com uma palavra inglesa acrescentava certo status e dessa forma o nome Boca Juniors superou todos os outros propostos pelos fundadores.

A escolha definitiva do Design da camisa demorou 8 anos. O primeiro modelo usado tinha a cor branca acompanhada de listas pretas e foi usado nos anos de 1905 a 1907. O modelo seguinte foi um azul celeste e branco, com listras azuis. A falta de um padrão de cores sempre incomodou, até que Juan Rafeael Bricchetto, um garoto que havia se juntado ao grupo de pioneiros pouco tempo depois de sua fundação propôs a seguinte ideia; que eles fossem até a ponte onde eles trabalhavam e o primeiro navio que passasse, eles olhariam as cores de sua bandeira e estas seriam as cores oficias do clube. Todos foram de acordo e assim a sorte determinou que as cores fossem o azul e o ouro de uma bandeira Sueca. Desde 1907 estas são as cores reconhecidas mundialmente, do Boca. O primeiro modelo com as novas cores era uma camisa azul com uma faixa na cor amarelo que cruzava diagonalmente o peito, este foi usado até 1913.

Desde desse ano o Boca passou a usar um modelo como é conhecido hoje. Confira a evolução das camisas.