6c1b9f769a228f4e934751ae3ae21f5a

NOTÍCIAS

Escolas de Futebol: investimento x sonho

Publicado em 19/12/2017


Escolas de Futebol: investimento x sonho

O sonho de se tornar jogador de futebol é parte da vida de muitos garotos e garotas. Muitas vezes, este sonho é compartilhado pelos filhos com os pais, que também vislumbram uma carreira de sucesso para os filhos. Para dar os primeiros passos no esporte, muitos pais investem em escolinhas de futebol.

Espalhadas por Teresina existem escolinhas, seja de bairro, onde a estrutura não ajuda, mas o trabalho é feito de maneira muito responsável pelos professores, ou seja em escolas com um padrão alto e que inclusive carregam o nome de grandes clubes de futebol do mundo, em uma relação feita através de franquias.

Uma dessas escolinhas de renome internacional presente em Teresina é a do clube argentino Boca Juniors, que conta com uma estrutura de time profissional para garotos de 3 a 17 anos.

“O projeto começou a pouco mais de seis meses e estamos em um trabalho crescente com a escola de futebol do Boca Juniors. Iniciamos instalados na sede da Adufpi e recentemente abrimos uma nova unidade, agora na sede da APCEF-PI”, indica Thiago Pereira, coordenador do Boca Juniors Teresina.

“Trabalhamos com alunos desde os três anos idade e oferecemos um plano traçado para os nossos alunos que vivenciam realmente a realidade de um grande clube. Contamos com acompanhamento de fisioterapia, acompanhamento nutricional, parceria com suporte psicológico e brevemente também suporte médico e odontológico, tudo para dar aos garotos uma melhor estrutura”, explica Thiago.

Assim como a escolinha do Boca Juniors, outras escolinhas também contam com estrutura semelhante para seus atletas. Em Teresina, outra opção bastante procurada é a para este tipo de serviço é a Escolinha do Flamengo, que inclusive conquistou o título do Campeonato Piauiense Sub-11 em 2017.

Quanto custa inscrever o seu filho em uma escolinha?

Tamanha estrutura, claro, tem o seu valor financeiro. Com isso, as escolinhas repassam aos pais o custo deste investimento para o sonho dos filhos, mas também para uma melhoria em sua saúde, já que estão praticando atividade física através do esporte.

Para inscrever o seu filho na Escolinha do Boca Juniors, que tem turmas de 3 a 17 anos, a mensalidade custa R$ 140. Para os sócios da Adufpi ou da Apcef-PI, onde a escolinha está sediada, a mensalidade custa R$ 110. Já para quem tiver mais do que 17 anos, a escolinha oferece o serviço de soccer trainning por R$ 60.

Já na Escolinha do Fla, com turmas de 4 a 17 anos, a taxa de matrícula custa R$ 350, incluindo uniforme completo com camisa, short e meião e a primeira mensalidade. Nos demais meses o custo é de R$ 180 (sendo R$ 160 com desconto até o dia 10).

Exemplo de sucesso

Em agosto de 2017, o Boca Juniors trouxe a Teresina o coordenador técnico das categorias de base do clube argentino, Jose Malleo. Na capital piauiense, Malleo observou os atletas piauienses da escolinha do clube portenho e pré-selecionou atletas para serem avaliados pelo time.

Um destes atletas, o garoto Bento Barjud, de 11 anos, foi até a Argentina para uma avaliação in loco e conhecer a estrutura do Boca Juniors desde a categorias de base até o futebol profissional.

De acordo com Thiago Pereira, a experiência é enriquecedora:

“Malleo veio fazer toda a sua avaliação técnica com os nossos garotos, mas principalmente passar realmente toda esta disciplina que o clube cobra seja na sua base na Argentina, seja nas franquias espalhadas pelo mundo. Tivemos sete garotos em destaque e o Bento que foi aprovado. Levamos ele até o clube, ele conheceu toda a estrutura, treinou durante uma semana por lá e está sendo monitorado pelo clube, jé que os clubes estrangeiros não podem receber jogadores estrangeiros com menos de 18 anos”, explicou o coordenador da escolinha do Boca Juniors em Teresina.

Por Victor Costa, do Oito Meia.


Compartilhe: