Boca Juniors Brasil - Escolas do Boca Juniors de Santos participam da Ação do Coração 6c1b9f769a228f4e934751ae3ae21f5a

NOTÍCIAS

Escolas do Boca Juniors de Santos participam da Ação do Coração

Publicado em 1/8/2016


Escolas do Boca Juniors de Santos participam da Ação do Coração

As unidades das Escolas de Futebol do Boca Juniors de Santos resolveram fazer parte da Ação do Coração deste ano. As escolas localizadas na Ponta da Praia e no Estuário promoveram a causa por meio da realização de oficinas com os alunos, com o objetivo de confeccionarem corações com as cores do Boca Juniors.

Nesta terça-feira (02), a partir das 11 horas, acontece o ponto alto da 5ª edição da Ação do Coração, quando todos os corações são reunidos e colorem a Praça Mauá, no Centro de Santos.

Foram dezenas de corações confeccionados com as cores azul e ouro nas oficinas com os alunos, da qual familiares e voluntários também puderam participar. As unidades também serviram como ponto de arrecadação de doações relacionadas ao movimento.

A Ação do Coração é realizada pela Associação Eduardo Furkini e, este ano, chega a sua 5ª edição. A ação é um movimento para a doação de amor, carinho e respeito ao próximo, por meio da confecção de corações de tecido de várias cores, que são reunidos na Praça Mauá. Além disso, a iniciativa também recebe doações de alimentos não perecíveis, agasalhos e brinquedos, que serão destinados a famílias carentes.

“Foi uma experiência muito bacana, onde conseguimos formar uma equipe de trabalho em que cada um contribuiu do seu jeito. Mobilizamos os pais, voluntários e os alunos. A Pap's Sports foi quem forneceu os corações cortados nas cores do Boca para realizamos a oficina, onde participaram vários familiares das crianças envolvidas. O que seria uma ação apenas no dia da oficina, se tornou algo muito maior.”, comenta Denys Lima, coordenador da Unidade Santos 2.

Já para o coordenador da unidade Santos 1, Rodrigo Lopes Cavalcanti de Abreu, a ação conseguiu produzir a união entre alunos e familiares. "Foi muito gratificante vermos as famílias reunidas em torno de um nobre propósito. E, sobretudo, fazermos do futebol algo muito além do campo e da bola", resumiu o coordenador.


Compartilhe: